DIADORIM era mulher e era homem. Era Maria Deodorina e era Reinaldo. Era adorado e, também, temido. Guia espiritual, hierofante, sacerdote, feiticeiro. Era aquele que “não é, não foi, não fica sendo”. Água, por não ter forma; anjo, pela androginia. Diabólico, também, pelo norte da vingança.


“Mais eu gostava dele, dia mais dia, mais gostava. Digo o senhor: como um feitiço? Isso. Feito coisa-feita. Era ele estar perto de mim, e nada me faltava. Era ele fechar a cara e estar tristonho, e eu perdia meu sossego. Era ele estar por longe, e eu só nele pensava. E eu mesmo não entendia então o que aquilo era? Sei que sim. Mas não. E eu mesmo entender não queria”.

Ex-LibrisDiadorim.png
 

NOSSA HISTÓRIA

A Diadorim foi criada em 2016 pelos jornalistas Flávio Ilha e Denise Nunes. Estreou no mercado com o livro de crônicas Todos querem ser Mujica, de Moisés Mendes - que foi um sucesso de vendas. Em cinco anos, publicou mais de 30 livros de não-ficção, ficção e poesia, entre obras nacionais e traduções.

 

EQUIPE

O chão de fábrica da Diadorim, com gente que faz "diumtudo"

Flavio_Thumb.jpg

FLÁVIO ILHA

Editor/Tradutor/Autor

Um dos fundadores da Diadorim em 2016, o editor Flávio Ilha é também escritor. Pela Diadorim lançou os livros de contos Longe Daqui Aqui Mesmo, em 2018; Ralé, em 2019; e João aos pedaços, em 2021, a primeira biografia do escritor João Gilberto Noll. Além disso, é tradutor e trouxe à língua portuguesa O Mergulhador, do uruguaio Luis Do Santos, lançado pela Diadorim em julho de 2020.

IMG_20200804_115057689 (1).jpg

LÍVIA ARAÚJO

Editora/Autora/Ilustradora

Jornalista de formação e profissão, Lívia entrou na equipe da Diadorim no início de 2020, para trazer novos projetos e autoras ao portfolio da editora. Ela mesma escritora, estreou em formato impresso em 2018, com os contos de Dreamlog. Em 2020, também concluiu a especialização em literatura brasileira pela Ufrgs.

WhatsApp Image 2020-08-15 at 13.18.40.jpeg

DENISE NUNES

Editora

Denise Nunes, uma das fundadoras da Diadorim em 2016, é jornalista de formação, tendo atuado por mais de duas décadas em veículos impressos de Porto Alegre. A editora foi sua estreia no mundo dos livros.